Relatório de Sustentabilidade – Confira a Mensagem do Presidente




Em 2017, o Grupo Centroflora completou 60 anos, momento histórico que marca uma trajetória de constante evolução e adaptação às mudanças nas esferas econômica, ambiental e social. É emocionante olhar para trás e lembrar de tudo que passamos nestas seis décadas de existência. Quando a empresa foi fundada, a fabricação de extratos era uma atividade bastante artesanal. Hoje, é uma atividade altamente profissionalizada e fortemente regulamentada nos mercados nacional e internacional. O Grupo Centroflora cresceu, mudou, e se adaptou a essa nova realidade, mas sempre alinhado a uma forte política de qualidade e sustentabilidade.
Acreditando na importância da transparência, apresentamos a 4ª edição do nosso relatório de sustentabilidade, que é publicado bienalmente desde 2010, visando compartilhar as principais ações na gestão dos impactos – positivos e negativos – gerados pela empresa.
Nos últimos dois anos, o Brasil vem enfrentando um quadro macroeconômico de recessão e um ambiente político bastante instável e conturbado. Apesar deste cenário, o Grupo Centroflora teve desempenho econômico satisfatório no biênio, adotando medidas estratégicas e táticas visando a preservação da lucratividade e agregação de valor para a empresa, acionistas, colaboradores, comunidade e outros stakeholders.
Diante da visão estratégica para o crescimento do Grupo Centroflora nos próximos anos e levando em conta as especificidades de cada indústria em que atuamos, principalmente do ponto de vista regulatório, decidimos focar os negócios do Grupo Centroflora na área farmacêutica. Em setembro de 2017, anunciamos a venda da divisão de produtos nutracêuticos para a Givaudan, empresa suíça, líder global na fabricação de aromas e fragrâncias. Além de ser uma empresa com altos padrões de gestão e de governança corporativa, a Givaudan compartilha com o Grupo Centroflora os mesmos princípios e valores de inovação, cuidado com a sociobiodiversidade e desenvolvimento sustentável. A venda permitirá o crescimento de ambas as divisões, com o Grupo Centroflora à frente e investindo na área farma e a Givaudan na área nutra.
Dessa parceria também nascerá, em 2018, uma terceira empresa, com gestão compartilhada entre o Grupo Centroflora e a Givaudan, focada no desenvolvimento de cadeias produtivas da sociobiodiversidade dentro dos princípios do Parcerias para um Mundo Melhor.
Em linha com a estratégia de focar as atividades do Grupo Centroflora na indústria farmacêutica, continuamos desenvolvendo nosso portfólio de fitomedicamentos e de Ingredientes Farmacêuticos Ativos (IFAs), que são comercializados no Brasil e no mundo com apoio do Grupo Centroflora CMS – que em 2017 passou a ser chamada de C2Pharma – sediada em Luxemburgo.
Além disso, em agosto de 2017 inauguramos uma nova fábrica para produção de IFAs junto à nossa Unidade Farmoquímica no Piauí, onde tradicionalmente produzimos sais de Pilocarpina e Quercetina. A planta recebeu investimentos significativos e foi desenvolvida com base em padrões internacionais de Boas Práticas de Fabricação. Além da produção do sulfato de atropina, molécula oriunda de projeto de transferência de tecnologia com a Boehringer Ingelheim em 2014, a nova fábrica poderá ser utilizada por terceiros para fabricação de outros IFAs – naturais ou sintéticos, contribuindo para o desenvolvimento da indústria farmacêutica nacional e do estado do Piauí.
No âmbito da governança, o biênio também marcou a consolidação do sistema integrado SAP, que entrou em operação em janeiro de 2016 e vem contribuindo com a melhoria da gestão de produtos e processos da empresa. Ainda com foco em gestão, implementamos em 2017 o Sales Force, ferramenta de gerenciamento de clientes e contas, visando o fortalecimento da relação da nossa equipe de vendas com clientes atuais e potenciais. Por fim, estabelecemos um Conselho Consultivo independente, além do Conselho Familiar, o que trouxe robustez e ainda mais profissionalismo à gestão do negócio Centroflora.

Importante ressaltar que todo esse crescimento está aliado a processos e políticas socioambientais cada vez mais robustos. Ao longo do último biênio, reforçamos nossa Política de Uso Sustentável da Biodiversidade e implantamos as Boas Práticas Agrícolas e de Coleta (BPAC) junto aos nossos fornecedores de ingredientes naturais. Em dezembro de 2016, assinamos o Compromisso dos Negócios e Biodiversidade (Business and Biodiversity Pledge), uma iniciativa do Secretariado da Convenção sobre Diversidade Biológica (CDB), com o intuito de reforçar o compromisso da empresa com a conservação e o uso sustentável da biodiversidade e com a repartição justa e equitativa de benefícios. Através do nosso programa Parcerias para um Mundo Melhor, aplicamos na prática estes princípios e já temos diversos casos de sucesso reconhecidos como exemplos de biocomércio ético e sustentável. Além disso, continuamos engajados com o desenvolvimento e aplicação da Lei Brasileira de Acesso ao Patrimônio Genético, assim como outras iniciativas público-privadas voltadas para serviços ecossistêmicos e a importância da conservação dos recursos naturais.
Por meio da Phytobios, o Grupo Centroflora consolidou o seu papel na inovação e descoberta de novas moléculas e extratos a partir da Biodiverisade Brasileira. Em 2017 foram firmados dois contratos com o laboratório Ache para triagem de uma moderna biblioteca de produtos naturais criada pela Phytobios em parceira com o CNPEM, a partir de 4 biomas brasileiros. Com apoio Embrapii e investimento inicial estimado em R$ 10 milhões, o programa inédito tem o objetivo de desenvolver medicamentos inovadores inicialmente nas áreas de oncologia e dermatologia.
Por fim, não poderia deixar de agradecer a todos os nossos colaboradores e parceiros que nos ajudaram a construir a história do Grupo Centroflora até aqui. Aguardamos ansiosos o que os próximos 60 anos reservam para a nossa empresa. Vamos em frente, sempre em busca de Parcerias para um mundo melhor.
Peter Andersen


VOLTAR



CENTROFLORA 2017 © | Todos os direitos reservados
VOLTAR AO TOPO